27 de ago de 2009

Histórico da Escola Rural


ORIGEM DA ESCOLA NORMAL RURAL
ILDEFONSO SIMÕES LOPES DE OSÓRIO

Juraci Jaques Pasquotto
1° Diretor e Professor

A Escola Rural foi localizada nas instalações da antiga Estação Experimental de Fruticultura da Secretaria da Agricultura e que, anteriormente era do Ministério da Agricultura onde funcionou a antiga Estação Experimental de Cana-de-Açúcar do Governo Federal.
Quando o Presidente do Estado do Rio Grande do Sul, na década de 20, o Dr. Getúlio Dorneles Vargas, preocupado com a pobreza da Região Nordeste do Estado, especialmente do Litoral Norte, pelo clima sub-tropical, criou um pólo de desenvolvimento na região, com a implantação da Usina de Açúcar e plantação de cana. Na ocasião, o Estado se socorreu do Governo Federal e, aqui em Osório, o Ministério da Agricultura, fundou a Estação Experimental da Cana-de-Açúcar.
A área de terras, foi comprada da família “Pereira” e, foi designado o Engenheiro Dr. Pinheiro para executar as construções e instalações, sendo nomeado Diretor.
As obras foram feitas pela firma “Andreolli” de Construções e para as aberturas foi contratado o marceneiro Dolcino Benfica, pai do João Bibi, para fazer nas portas e janelas um trabalho artesanal, que ficou muito bonito.
Sob a direção do Dr. Pinheiro e a contratação de operários e auxiliares, foi iniciado o ajardinamento da área e o sistema de drenagens, que existem até hoje, como sendo os valos (drenos) todos calçados com pedras irregulares, inclusive os subterrâneos.
Para iniciar a plantação, com a experimentação da cana-de-açúcar, o Ministério designou o Técnico Samuel Herberth Jones (Mister Jones), que era um inglês naturalizado em Pernambuco, especializou-se na cultura da cana. Mister Jones, era um pesquisador, dedicado e competente, do tipo “Caxias”. Importou mais de 20 variedades de cana-de-açúcar, e com isso, iniciou seu trabalho com grande êxito.
Nesse período foi construída a Usina de Açúcar Santa Marta ali no Livramento, que passou a funcionar a todo o vapor na fabricação de açúcar, construída pela família Dreyer.
Após a Revolução de 1930, Getúlio Vargas foi guindado ao posto de Presidente da República e, estabelecendo a nova política de regionalização da economia nacional, cabendo ao Nordeste do país, o monopólio de exploração do açúcar e do sal, com a conseqüente expansão da plantação da cana-de-açúcar.
Em decorrência da regionalização da economia, o Ministério da Agricultura determinou o fechamento da Estação Experimental da Cana aqui de Osório, e que, posteriormente, também foi fechada a Usina Santa Marta, da família Dreyer.
O imóvel da Estação, como terreno, casas e instalações, foram transferidos para o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, com a dispensa de todos os funcionários, com exceção de Samuel Herbert Jones (Mister Jones).
Importante citar que, o Ministério da Agricultura ao transferir o imóvel para o Estado, designou um funcionário do Rio de Janeiro, para fazer a escritura pública de doação, sendo que este, nunca chegou ao Estado para executar a missão, daí é que o Estado não tem escritura pública de domínio da área da Rural e sim, o direito de posse.
Em conseqüência o Estado, através da Secretaria da Agricultura, criou a Estação Experimental de Fruticultura, com experimentação de fruteiros sob-tropicais, como cítricos, abacates, pêras, mangas, pêssegos e tantos outros, inclusive a multiplicação da cana-de-açúcar, que “Mister Jones”, transferido da antiga Estação foi encarregado deste setor.
Na nova Estação Experimental da Secretaria da Agricultura, além das plantas frutíferas e da cana, foram instalados um posto de reprodução de cavalos e de gado leiteiro da raça Holandês e distribuição de reprodutores de suínos das raças Duroch e Piau.
Também foi criado um Centro de Apicultura para distribuição de “rainhas”, sendo encarregado “Mister Jones”, que tentou a inseminação artificial das rainhas e também iniciou a fabricação do hidro-mel, uma deliciosa bebida muito forte, este também foi encarregado do Posto de Observação Meteorológica.
A Estação experimental passou a ser um centro experimental agro-pecuário de atendimento aos agricultores e criadores da região, sendo que o local já estava inadequado, daí a transferência para Maquiné.
Em 1950, o Governo do Estado adquiriu a nova área em Maquiné e, para lá, foi a Estação Experimental, quando Diretor o Engenheiro e pesquisador Nelson Matzembacher, grande figura humana, além de ser um exímio tocador de “bandonion”.
Na transferência para Maquiné, a maioria dos funcionários também foram, porém, o Técnico Juraci Jaques Pasquotto, foi convidado para administrar a reforma do prédio, para a instalação, no mesmo local, da Escola Rural.
O Governo do Estado, através da Secretaria de Educação, criou o Grande Plano de Ensino Rural. Teve como Superintendente do Ensino Rural o Dr. João Pedro dos Santos, que em 1951, criou por Decreto a Escola Normal Rural de Osório, que passou a funcionar em julho de 1952, quando então o prof. Juraci Pasquoto, foi nomeado Diretor e lá ficou por 6 anos.

10 comentários:

Anônimo disse...

E as fotos?

Anônimo disse...

qualquer dia desses eu apareso ai pra dar uma conferida.até

Anônimo disse...

Estou pensando em estudar nesta escola, pude observar neste blog que a escola e ótima, bem organizada. Muito boa.
Espero me adaptar fácil, e também espero me dar bem com todos!
Um abraço e meus parabéns à todos os professores da escola rural, por se empenharem o máximo para desenvolver uma educação excelente para os jovens de hoje.
Beijo

Paulo Antonio Andrade Ferreira disse...

Sou formando de 72, tenho muito orgulho de ter sido aluno da Rural. Tb tive o Prof. Juraci Pascoto como mestre, juntamente com o Romildo Bolzan; Benito Izolan e esposa, prof. Geraldo, Laborion e tantos outros que tiveram importância fundamental na minha formação e vida. Meu nome: Paulo Antonio Andrade Ferreira(tatu) jogava volei no time do colégio, tem fotos ai nos corredores, há! quase esquesi da importância do prof. de educação física Rutilho.

Anônimo disse...

Adorei o site, mas gostaria de saber se a escola tem curso técnico ou é ensino médio normal?
obrigada

Lukas vinicius BODOSO disse...

Bom eu jah fui aluno da escola nos anos de 2009 e 2010, cursando o técnico e o medio e digo para todos que esta escola nao tem defeitos desde os professores aos serventes eles sao muitos educados e principalmente os professores cara sem explicação ... Resumindo OTIMA escola.

Lucas Vinicius Santo...ou(BODOSO)

Anônimo disse...

Eu gostei muito do blog, deve ser muito legal estudar nessa escola eu pretendo estudar no proximo ano, nela, espero que eu aprenda muito..etendo estudar no proximo ano, nela, espero que eu aprenda muito..

@kelvinmagryta disse...

estudei no ano de 2009 e 2011 ñ tem pra bate principalmente em gurias lindas e prof.. camaradas valeu rural

Luiz Carlos navarro (dedão) disse...

Eu estudei nesta escola de 64 a 67
era muito bom deixou saudades , antoni gomes , delaine camargo dos reis, reni, breno, os locatelli, e muitos outros.

Unknown disse...

queria saber se alguém teve algum colega erasmo na rural já, pq não conheço mais nenhum além de mim, e meu pai soaijsiojaiosjaiojsioas